Concursos Abertos

O governador da Paraíba, Ricardo Coutinho, sancionou, nesta quarta-feira, 11 de outubro, a lei 10.987, que cria 332 vagas no quadro de pessoal da Fundação Desenvolvimento da Criança e do Adolescente Alice de Almeida (Fundac/PB). Do total de oportunidades, 300 são para o cargo de agente socioeducativo, para preenchimento por meio de realização de concurso público, e as 32 restantes são para o cargo de supervisor de unidade de internação socioeducativa, carreira comissionada.

 

No caso de agente, para preenchimento por meio de concurso,a remuneração básica inicial é de R$ 937, para jornada de trabalho de 40 horas semanais, podendo ser submetido ao regime de plantão de 12X36 horas e revezamento no período diurno e noturno. Os servidores também contarão com gratificação de atividades especiais e de risco, que constará de 40% do salário base, elevando a remuneração para R$ 1.311,80. Para concorrer será necessário possuir apenas ensino médio.

 

 

 

 

 

Atribuições

 

Entre as atribuições da carreira cabe intervir, de forma direta ou indireta, nos processos socioeducativos, através do diálogo,orientações técnicas e administrativas, participar da elaboração e avaliação do Plano Individual de Atendimento, registrar irregularidades e fatos importantes para o atendimento técnico, realizar e controlar movimentação interna dos socioeducandos, atuar como canal de comunicação entre os socioeducandos e diversos setores de atendimento técnico da unidade, acompanhar atividades diárias,orientar e dar suporte aos socioeducandos de seu grupo de trabalho, facilitaras reuniões matinais e elaborar relatório do cotidiano, participar de reuniões periódicas para discutir o desenvolvimento dos socioeducandos, acompanhar socioeducandos em atividades extras, supervisionar o cumprimento de normas dos programas ou atividades que acompanha, acompanhar o socioeducando no alojamento, manter o bom funcionamento do alojamento e demais dependências da unidade, resolver conflitos imediatos, registrar em livro de ata o transcorrer do plantão, reconhecer e aplicar o projeto pedagógico da instituição, procurar atualizar-se em assuntos referentes à educação dos socioeducandos, participar com os socioeducandos das atividades de esporte, cultura e lazer, estar atento ao desenvolvimento dos socioeducandos sob sua responsabilidade, trabalhar em conjunto com os técnicos responsáveis pelos socioeducandos, despertar os socioeducandos e acompanhar a limpeza matinal ea higiene pessoal dos socioeducandos.

 

 

 

Seleção

Quando realizado, o concurso para o cargo contará com cinco fases, incluindo provas objetivas, testes de capacidade física, exame psicotécnico, investigação social e curso de formação profissional.